O endividamento das famílias brasileiras bateu recorde no ano de 2021, com uma média de 70,9%. Em comparação com 2020, o crescimento foi de 4,4 pontos percentuais, o maior aumento registrado nos últimos 11 anos, quando começou a série histórica

Você faz parte dessa estatística, por isso eu decidi te ajudar, hoje vou falar os 4 passos para sair de uma vez por todas dessas dívidas:

1. Monte um orçamento familiar, que respeito pagar as contas com no máximo, 60% de sua renda.
E se hoje você olha para sua renda e não dá conta de fazer isso, precisa rever sua qualidade de vida, as vezes é melhor dar um passo atrás e viver saudavelmente, do que fingir que não está vendo o problema e deixar o circo pegar fogo no futuro, acabando com a sua energia em fazer dinheiro.

2. Classifique suas dívidas em:
1. Dívidas Pessoais;
2. Dívidas pessoais essenciais;
3. Dívidas empresariais
4. Dívidas empresariais essenciais
5. Dívidas em Juros altos/médios e baixos.

3. Tome a decisão de pagar e/ou fazer uma moratória no caso de empresas

4. Negociação pacífica, encare de frente e negocie juros e prazos.
A maioria das dividas é em cartão de credito, ou cheque especial, os bancos tem margem de negociação, e querem receber. Aproveite isso e busque a melhor negociação dentro dos seus termos.

Dica: Só se comprometa a pagar uma dívida no cartão de crédito ou no cheque especial se você puder quitá-la em até 3 meses.
Importante: Só se comprometa a pagar uma dívida se você realmente é capaz de quitá-la
Sempre assuma a metade da prestação que você acredita ser capaz de pagar de uma divida.

Quais as outras formas que você pode fazer mais dinheiro?
Bicos, vendendo coisas, vendendo coisas em casa que não usa mais, você é capaz, é só concentrar a sua energia no sentido certo!

Esse conteúdo fez sentido pra você? Comente abaixo!